Município vai realizar Censo Animal

Por Francione Pruch segunda-feira, 09 out 2017 11:52 AM

Fonte: Assessoria

Com o intuito de desenvolver políticas públicas voltadas a animais domésticos, o Município de Pato Branco, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, juntamente com a Faculdade Mater Dei e o Conselho Municipal de Proteção dos Animais (Compato), assinaram, na quinta-feira, dia 05, um termo de parceria para realização do Censo Animal. A solenidade contou com a presença de equipes da municipalidade, representantes da União de Bairros e de ONGs de proteção a animais, atuantes em Pato Branco.

O Projeto do Censo Animal realizará o levantamento quantitativo de animais domésticos da zona urbana e rural de Pato Branco, bem como identificará a situação desses animais em relação à alimentação, moradia, castração e demais informações que servirão de subsídio para futuras ações do Município. A pesquisa será realizada de forma voluntária por acadêmicos e sociedade em geral. Para participar, o voluntário deverá realizar seu cadastro, no site da Faculdade (www.materdei.edu.br), lembrando que não é necessário ser acadêmico da instituição para se tornar um voluntário.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, ressalta que o censo será um importante avanço. “Estamos criando uma cultura de preocupação e valorização dos animais, despertando em nossa comunidade a consciência pelo respeito e cuidado, mostrando a importância da adoção, castração e vacinação. Como os envolvidos visitarão as casas dos pato-branquenses, haverá uma grande repercussão, fazendo com que todos procurem tratar os animais de forma digna”, avaliou Zucchi.

Desde 2013, as ações desenvolvidas pela municipalidade, através da Secretaria de Meio Ambiente, contemplam diversas atividades, entre elas, 1.356 castrações e 658 cães e gatos adotados, além de palestras nas escolas e eventos. “Nosso comprometimento com a causa é permanente, por isso, estamos bastante animados com essa parceria, que realizará a coleta de diversos dados que irão nos auxiliar em futuros projetos”, explicou o secretário de Meio Ambiente, Nelson Bertani.

 

Parceria entre as secretarias e entidades

Para realização do censo animal, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação desenvolveu um aplicativo que os alunos e voluntários irão utilizar para coletar as informações. O aplicativo foi instalado nos tablets educacionais da Secretaria de Educação e Cultura, que são utilizados pelos alunos que participam do Programa Clique Conhecimento.

Inicialmente, o projeto ocorrerá na zona urbana e iniciará neste sábado (07/10), nos bairros Industrial, Baixada e São Vicente. No dia 28/10, serão os bairros Santa Terezinha e Cristo Rei. Em 11/11, bairros Bonato e Novo Horizonte. No dia 25/11, bairros Veneza, Sudoeste e Santo Antônio. O censo será realizado apenas nos finais de semana, na tentativa de encontrar o maior número possível de moradores em suas residências.

O coordenador do Núcleo de Engenharias e Arquitetura da Faculdade Mater Dei, Vitor Guerra, conta que o projeto é uma ótima oportunidade para os acadêmicos associarem conhecimento à cidadania. “Nossos alunos irão contribuir com atividades em prol do Município e, através dos dados levantados por eles, poderemos organizar, também, projetos para o nossos acadêmicos do curso de Medicina Veterinária”, explicou o coordenador.

Vítor também pede a colaboração dos pato-branquenses no projeto. “As pessoas envolvidas no censo estarão devidamente caracterizadas e prontas para realizar a coleta de dados, mas precisamos que a população colabore, recebendo-os e destinando seu tempo para responder as perguntas da melhor forma possível. Contamos com a participação de todos os nossos moradores neste projeto”, solicitou Vítor.

A presidente da União de Bairros, Marilene Debastiani Colla, comprometeu-se a ajudar. “Vamos, juntamente, com os presidentes de bairros visitar os moradores e conversar com os diretores das escolas, esclarecendo sobre a importância do trabalho que será desenvolvido em nossa cidade”, disse Marilene.

A representante do Compato, Tatiana Trevisan, defende que o Censo Animal é um importante passo para o estímulo ao cuidado animal. “As ONGs de nossa cidade promovem esse trabalho há bastante tempo e, com o apoio da municipalidade e das entidades, poderemos olhar além, promovendo ações e, principalmente, o respeito pelos nossos animais”, concluiu Tatiana.