Juiz fecha Registro de Imóveis em Palmas/PR. Atividades retornam amanhã(12) com a designação de interventor

Por Ivan Cezar Fochzato terça-feira, 12 set 2017 17:10 PM

O Registro de Imóveis da Comarca de Palmas, sul do Paraná,  na Rutílio de Sá  Ribas,  encontra-se fechado por medida judicial desde a última quarta-feira e deve ser reaberto amanhã(13). A ação tem por objetivo verificar algumas possíveis irregularidades cometidas pela gestão do cartório extrajudicial, suscitadas através de denúncias e durante acompanhamento de andamento dos trabalhos pela corregedoria.

 Conforme o Juiz, Eduardo Ressetti Pinheiro Marques Vianna, também ocorreu afastamento cautelar da agente designada até que se proceda a apuração das irregularidades, conforme a Portaria. “Tem que deixar claro à população que, em primeiro lugar, é preciso destacar a importância para o registro de Imóveis para a Comarca de Palmas, pois movimenta muita coisa e melhorar cada vez mais o serviço”, disse o magistrado.

Explicou que as denúncias  referem-se a procedimentos não adotados pelo cartório;  não cumprimento de diligências e de instruções normativas, portarias no Conselho  Nacional de Justiça(CNJ), bem como quanto a pagamento de fundos e taxas. Disse que as medidas foram adotadas com base nas orientações pela Corregedoria Geral para que o Juiz faça essas verificações. “Como juiz corregedor do foro extrajudicial tenho que fazer essas verificações periódicas” explicou.

Para a prestação do serviço foi nomeado um agente interventor, que reiniciará as atividades do Cartório nesta quarta-feira(13) no edifício João Paulo II, na Rua Augusto Guimarães. O Juízo também determinou remessa de cópias ao Ministério Público para  igualmente se verifique indícios de eventuais crimes.

VEJA A ENTREVISTA