Após 30 anos, pavimentação da estrada Palmas-Coronel Domingos Soares deverá ser oficializada

Por Guilherme Zimermann terça-feira, 07 nov 2017 08:35 AM

Deve ser assinado neste mês, o contrato de financiamento entre o Governo do Paraná e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a pavimentação da Rodovia Dom Agostinho José Sartori (PR-912), entre Coronel Domingos Soares e Palmas, Sul do Estado, obra prometida há 30 anos e que até o momento, continua apenas no papel.

Foto: Arquivo Nacional
Foto: Arquivo Nacional

A primeira “promessa” de asfaltamento da estrada que se tem notícia data de 1987, período em que o Paraná era governado por Alvaro Dias, quando o jornal Correio de Notícias, em sua edição de 04 de julho, anunciava que o então prefeito de Palmas, José Maria de Araújo Perpétuo, deveria “receber nos próximos dias, a confirmação do asfaltamento da estrada que liga a cidade até o distrito de Retiro”. Na época, Coronel Domingos Soares era um distrito de Palmas, sendo popularmente conhecido como “Retiro”.

Posteriormente, os governos se sucederam, trazendo também novas promessas para o tão sonhado asfalto.

Desde 2005 até o Orçamento Estadual de 2018, mais de R$ 60 milhões já foram prometidos pelo Governo do Paraná para melhorias e asfaltamento da estrada. Segundo o plano de obras apresentado à população domingossoarense em abril, a pavimentação da rodovia deverá custar R$ 73,5 milhões.

Segundo a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística (SEIL), as negociações para a assinatura do contrato de empréstimo junto ao BID estão em fase final. O Paraná irá financiar US$ 235 milhões, para execução do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes, no qual, a estrada Palmas-Coronel Domingos Soares está incluída. A SEIL prevê assinar o contrato ainda neste mês de novembro.